Home/ Press Release Institucional/ Audi encerra 2017 com recorde de 1.878.100 carros vendidos no mundo
Menu

Press Release Institucional

Release - 12/01/2018

Audi encerra 2017 com recorde de 1.878.100 carros vendidos no mundo


  • Após um início difícil, o ano termina com um crescimento de vendas de 0,6%

  • Diretor de Vendas Bram Schot: “Demonstramos a força e atração da marca”

  • Os modelos Q decolaram, com mais de 685.000 entregas


Ingolstadt, 12 de janeiro de 2018 - A AUDI AG registrou um aumento em suas vendas globais pelo oitavo ano consecutivo. Apesar de uma turbulenta primeira metade do ano, a empresa alcançou um novo recorde, com cerca de 1.878.100 de entregas, o que representa um crescimento de 0,6%. A marca vendeu mais do que no ano anterior em seus três principais mercados em 2017: nos Estados Unidos, alcançou novos recordes mês a mês e fechou o ano com um crescimento de 7,8%. Na China, a Audi não só conseguiu compensar os números do primeiro semestre do ano, como também atingiu um aumento acumulado de 1.1% no pico do final do ano. Já na Alemanha, as vendas superaram os números elevados de 2016, com um aumento de 0,4%.

“Apesar de uma situação muito desafiadora, tivemos em 2017 um crescimento positivo em todos os principais mercados e alcançamos resultado recorde de vendas em todo o mundo. Todos os mercados contribuíram para esse desempenho. Isso demonstra a atratividade do nosso portfólio de produtos para nossos clientes”, disse Bram Schot, Membro do Conselho de Administração da AUDI AG para Vendas e Marketing.

Desde junho, a Audi conseguiu retomar o crescimento na China, reduzindo, mês a mês, a queda acumulada, alcançando um saldo positivo. No período de janeiro a dezembro, a marca aumentou suas entregas em 1,1%, para 597.866 carros. Com este novo recorde absoluto, a empresa continua a manter sua liderança no mercado premium chinês. A China também apresentou, no último mês de 2017, o maior crescimento em volume de qualquer mercado individual, com crescimento de 34,3% em relação ao ano anterior para 69.160 automóveis. Nunca antes, tantos clientes chineses receberam um Audi em um único mês.

A Audi of America também teve outro resultado de sucesso, apesar do declínio do mercado em geral. A Audi foi o único fabricante premium nos Estados Unidos a crescer de maneira constante em 2017, com aumento de 7,8% para 226.511 unidades. Em dezembro, a empresa também comemorou seu 84º mês consecutivo de recordes (+16,3% para 26.977 unidades).

Com forte crescimento ao longo do ano, a Audi Canadá (+17,9% para 36,007 carros) também figurou frequentemente entre os dez maiores mercados da marca.

Apesar das numerosas incertezas políticas e econômicas, as vendas na Europa aumentaram 0,4% para cerca de 860.600 carros. Além da Alemanha (+0,4% para 294.544 unidades), a Itália (+10,5% para 68.954 carros) e a França (+3,6% para 63.980) alcançaram novos números recordes anuais. A desaceleração do mercado no Reino Unido teve um impacto negativo nos resultados gerais: com 175.217 entregas e uma queda de 1,3%, o total de vendas da Audi no Reino Unido, no entanto, superou confortavelmente o mercado geral em declínio.

O aumento global da demanda pelos modelos Q (+10,8% para cerca de 689.150 unidades) foi um importante fator no crescimento da montadora em 2017. Mais de um de cada três modelos Audi vendidos era, portanto, um SUV. O modelo Q mais vendido na Europa é o Q2. Além da Alemanha (23.167 unidades), outros grandes compradores foram o Reino Unido (12.636 unidades) e a Itália (11.068 unidades). As vendas globais do Audi Q3 aumentaram mais uma vez em dezembro (+11,3% para cerca de 20.950 carros).

Em 2017, o modelo mais bem-sucedido da família Q foi o Audi Q5, com cerca de 281.850 entregas. A maioria dos carros foram entregues na China. Seu sucessor começará a ser vendido nas lojas chinesas na primavera de 2018 do hemisfério norte como uma versão de longa distância entre eixos. O Audi Q7 também viu suas vendas aumentar em 3,9% em 2017. Desde o início do ano, as comercializações desse SUV full-size cresceram em cerca de 20% somente na América do Norte, para cerca de 43.800 unidades.

 

Informações:

Departamento de Comunicação Audi do Brasil

www.audi-imprensa.com.br

 

 

 

O Grupo Audi com suas marcas Audi, Ducati e Lamborghini é um dos mais bem-sucedidos fabricantes de automóveis e de motos no segmento premium. Ele está representado mundialmente em mais de 100 mercados e produz em 16 unidades distribuídas por doze países.  Subsidiárias a 100% da Audi AG são, nomeadamente, a Audi Sport GmbH (Neckarsulm), a Automobili Lamborghini S.p.A. (Sant’Agata Bolognese/Itália) e a Ducati Motor Holding S.p.A. (Bologna/Itália). Em 2016, o Grupo entregou aos clientes 1.871 milhão de automóveis da marca Audi, 3.457 carros esportivos da Lamborghini e 55.451 motos da Ducati. No exercício de 2015, o Grupo AUDI teve um volume de negócios de 58,4 bilhões de € e apresentou um resultado operacional de 4,8 bilhões de €. Atualmente cerca de 88.000 pessoas trabalham em todo o mundo para a empresa, das quais cerca de 60.000 na Alemanha. A Audi está centrada em novos produtos e tecnologias sustentáveis com vista ao futuro da mobilidade.